Nino Trindade Nino Trindade Nino Trindade Nino Trindade
Nino Trindade
1982 - Maputo, Moçambique

Descrição

Nino Trindade, nascido em Maputo no ano de 1982, dir-se-ia que se aproxima da natureza como um pesquisador/investigador, extraindo-lhe um pedaço onde intervém ao nível escultórico de forma circunscrita: e deixa manifesto unicamente um pormenor concreto. Depois: opera como pintor que se sobrepõe à natureza, criando dois mundos que se entrelaçam. Na verdade, há três naturezas, que correspondem a três graus diferenciados: primeiro, segundo, terceiro. O primeiro grau é onde está a madeira, ao qual o humano também derradeiramente pertence; o segundo grau corresponde à extração propriamente dita e respetiva justaposição da pintura; o terceiro grau plasma-se na relação ponderada, mágica, criada pela arte em si mesma. Nino não decora as esculturas através da pintura, não: antes faz outra coisa, cobrindo-as com uma espécie de mantos de cor.


As suas esculturas apresentam grande elegância, são longilíneas, ou espetrais, finas, e ainda que altas são sempre arabescos – como se Nino estivesse constantemente a traçar linhas no ar. Os mantos com que vem cobrir a madeira esculpida são ainda planificados nas suas pinturas em que predominam: os verdes, os azuis, os carmins, os rosas.

Obras

Lados Opostos
Lados Opostos
30 abril 2022
Galeria Manoeuvre Matosinhos

2021, Maputo

umbila e metal com pintura em acrílico 40 x 114 x 40 cm

“Lados Opostos” explora o conceito de um totem desconstruído: quando as cabeças tombam e se desorganizam, acabam por se virar contra — e virar costas — umas às outras.

Noivado
Noivado
10 outubro 2022
Galeria Manoeuvre Matosinhos

2021, Maputo

acrílico sobre tela 72 x 118 cm

Pós Num Tempo
Pós Num Tempo
3 junho 2023
Jota Barbosa Interiores - Boutique Foz

2022, Maputo

colagem de pintura a acrílico sobre papel em unitex com moldura em Jambire

“Pós Num Tempo” é uma obra de grandes dimensões que vem confirmar, mais uma vez, Nino Trindade como um artista de gesto amplo que (se) repercute: na pintura, na pirogravura, na escultura. Trata-se, esse gesto, de uma espécie de cursor livre, materializado através de linhas aéreas que vão assentando na Terra e dando origem à suas obras de arte, que nos são devolvidas: em corpos-arabesco, em espirais-cor ou em rostos-olhares, como é o caso de “Pós Num Tempo". Aqui, os rostos-olhares apresentam-se expetantes e flutuam, certamente, como se sugere, “…Num Tempo".

Loading

Biografia

1982 - Maputo, Moçambique

Artista Plástico – Escultura, Pirogravura e Pintura


Nilton Trindade, mais conhecido como Nino, nasce a 14 de outubro de 1982 no Bairro do Aeroporto, Maputo, Moçambique.

Um artista autodidata, que inicia o seu percurso no universo das artes plásticas em 1998, quando o seu tio o recebe debaixo da sua alçada e o apresenta ao mundo das esculturas.

Num país onde a responsabilidade económica aparece bastante cedo, Nino, em 2000, já com alguma experiência como escultor, começa a frequentar uma feira na cidade de Maputo onde tem a oportunidade de dar a conhecer e vender as suas obras, de modo a arranjar forma de sustento nos próximos anos.


No final de 2012, Nino candidata-se e acaba por conseguir entrar no Instituto Superior das Artes e Cultura (ISARC), onde fica licenciado.

Em 2014, já bastante reconhecido, foi contratado pela Carr Foundation para ministrar uma formação sobre reaproveitamento de materiais locais, algo que considera primordial.

Atualmente, além de ser artista plástico, é também gestor cultural de vários artistas e o seu projeto, visa ajudar, apoiar, promover as suas obras e divulgar os seus autores.



EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

  • 2023 – As Naturezas, Galeria Manoeuvre, Portugal

  • 2020 – Caminhos e Percursos Intercalares, BCI Corporate, Maputo Moçambique

  • 2019 – Sociedades Intelectuais Discutindo Ideias, Mediateca BCI, Maputo, Moçambique

  • 2019 – Caminhos, no Sabor do Sempre, Maputo, Moçambique

  • 2019 – Sobre as Letras, Escola Portuguesa, Maputo, Moçambique

  • 2018 – Mentes e Traços Urbanos, Escola Portuguesa, Maputo, Moçambique

  • 2017 – Tenga/Harmony, Polana Serena Hotel, Maputo, Moçambique

  • 2016 – Caminhos Crescentes, Polana Serena Hotel, Maputo, Moçambique

  • 2014 – Olhar por Outro Lado, Polana Serena Hotel, Maputo, Moçambique

  • 2012 – Ecos Duma Sociedade Despercebida, BCI, Maputo, Moçambique

  • 2011 – 1º Monumento, Escola Comunitária Sagrada Família em Marracuene, Moçambique

  • 2009 – Fatos Reais, Núcleo de Arte, Maputo, Moçambique

  • 2007 – Fundação Sales, Vigo, Espanha

  • 2006 – Mãos Vivas, Associação da Fotografia, Maputo, Moçambique

 

WORKSHOPS

  • 2023 – Maratona Artística, 5ª Bienal Internacional Arte Gaia, Lever – Vila Nova de Gaia, Portugal

  • 2022 – Residência Artística Momentum Moçambique, Matosinhos, Portugal

  • 2010 – Workshop “Juntos pelo Núcleo de Arte”, Núcleo de Arte, Maputo, Moçambique | Projecto Muz Lua, Maputo, Moçambique

  • 2009 – Workshop “Lançamento da Data das Eleições na Praça da Independência”, Maputo, Moçambique

  • 2007 – Workshop “Aproveitamento de material local para fazer Artesanato”, Parque Nacional da Gorongosa, Carr Foundation, Moçambique

 

EXPOSIÇÕES COLECTIVAS

  • 2023 – 5ª Bienal Internacional Arte Gaia, Portugal

  • 2022 – Momentum Moçambique, Galeria Manoeuvre, Portugal | Manimalia, Galeria Manoeuvre, Matosinhos, Portugal

  • 2019 – Vários Artistas Uma Causa, Núcleo de Arte, Maputo, Moçambique

  • 2017 – Interlúdios, Núcleo de Arte, Maputo, Moçambique

  • 2013 – Celebrando Moçambique, Polana Serena Hotel, Maputo, Moçambique | Sombras, Movimentos e Sonhos, Centro Cultural Americano, Fortaleza de Maputo, na visita da Rainha Sofia de Espanha

  • 2010 – Controvérsias, Mediateca do BCI, Maputo, Moçambique | The Creative Block, Associação Kulungwana, Maputo, Moçambique | Colectiva 4 “Ideia Outros Olhares”, Núcleo de Arte, Maputo, Moçambique | Sede Águas de Maputo, Moçambique | Casa da Cultura, Maputo, Moçambique | Mulher Vivendo com HIV, Núcleo de Arte, Maputo, Moçambique

  • 2011 – Coleção Crescente, Centro Cultural CAISA, Helsínquia, Filândia | Coleção Crescente, Maputo, Moçambique

  • 2009 – Centro de Conferências, Maputo, Moçambique | Sentimentos de Um Povo, Mediateca BCI, Maputo, Moçambique | Bienal TDM, Maputo, Moçambique | Sentimento de Um Povo, Espaço Joaquim Chissano, Mediateca BCI, Maputo, Moçambique

  • 2002 – Escola Americana, Maputo, Moçambique

  • 2001 – Hotel Avenida, Maputo, Moçambique

  • 1999/2000 – Centro Cultural Franco-Moçambicano


PRÉMIOS e DISTINÇÕES

  • 2011 – Duas Menções Honrosas: escultura “O Grito do Bem-estar” e escultura “Dois Tempos Comunicando”, Bienal TDM 2011, Maputo, Moçambique

Vídeo

Ecossistema Artístico - Nino Trindade - Maputo, outubro 2021

Entrevista

1 julho 2023
Entrevista a Nino Trindade, no Spotlight do Artista - 5ª Bienal Internacional Arte Gaia
Jota Barbosa Interiores - Boutique Foz a 3 junho 2023
Camilo Lourenço entrevista Nino Trindade, no evento Cocktail Boutique Foz - The Luxury Experience

Voltar ao início

 Nino Trindade
Lados Opostos
Lados Opostos

2021, Maputo

umbila e metal com pintura em acrílico 40 x 114 x 40 cm

manoeuvre.pt desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile